Governador Renato Casagrande, em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Espírito Santo. | Crédito: Carlos Alberto Silva

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, foi o governador eleito em 2018 que mais cumpriu promessas no país, de acordo com levantamento nacional feito pelo portal de notícias G1, da TV Globo. De acordo com a pesquisa, publicada no último dia 3, no primeiro ano de administração, Casagrande cumpriu 15 das 34 promessas feitas durante a campanha eleitoral ou entre a eleição e a posse. Esse índice é de 44%, contra uma média nacional de 18%.

A Federação das Indústrias do Espírito Santo reconhece o empenho do governador Casagrande para realizar uma administração eficiente e valoriza também as parcerias com o governo estadual, notadamente nas áreas de inovação, infraestrutura e desburocratização. “Na área de inovação, por exemplo, acabamos de lançar, no ano passado, o Manifesto da Inovação, em parceria com o Estado e instituições de ensino: é um conjunto de princípios para colocar o Espírito Santo entre os 5 Estados mais inovadores do país num horizonte de 10 anos. Esse é apenas um exemplo, temos parcerias em diversas frentes”, observa Léo de Castro, presidente da Findes.

A Findes destaca também a cultura do equilíbrio fiscal e de um bom ambiente institucional de negócios, que marca a gestão Casagrande, e considera positivo para o Estado o resultado desse levantamento nacional. (Confira abaixo mais informações sobre as parcerias entre a Findes e o Estado).

Na pesquisa, o portal de notícias G1 considerou os 1.158 compromissos assumidos pelos então candidatos, antes de serem eleitos, em 2018. Os compromissos são divididos em 13 temas, como Administração, Direitos Humanos e Sociais, Economia, Educação e Cultura. Das 34 promessas, Casagrande cumpriu 15 integralmente, 4 em parte e 15 ainda não cumpriu, considerando somente esse primeiro ano de mandato.

Contando as promessas cumpridas integralmente ou em parte, o índice de cumprimentos desses compromissos do governador Casagrande chega a 54%. Entre as promessas cumpridas estão o programa Incluir, para a redução da extrema pobreza, e o projeto Coordenadores de Pais, para acompanhamento dos pais nas atividades escolares dos filhos, garantindo o elo entre a escola, a família e a comunidade.

Na economia, o governador criou o programa ES 4.0, com o objetivo de incentivar projetos e atrair empresas de setores ligados à nova economia, notadamente de setores de alta tecnologia, automação, robótica, biotecnologia e química fina. Casagrande também ampliou o programa InvestES, incentivo fiscal para diversificar a economia do Estado, e criou linhas de financiamento a custos diferenciados para regiões de menor desenvolvimento.

Parcerias da Findes com o Estado

O Manifesto da Inovação é um conjunto de propostas e metas para desenvolver o ecossistema de inovação capixaba, elaborado em parceria entre Findes, setor público e instituições de ensino. Entre os princípios que o Manifesto defende estão: A formação de talentos deve começar na escola; A conexão entre poder público, empresas e academia é fundamental; Sem fomento, não há inovação; O Estado deve assumir o papel de facilitador; Grandes empresas, grandes oportunidades; Instituições acadêmicas devem dialogar com o mercado; Por uma cultura empreendedora.

As metas previstas pelo Manifesto, em 10 anos, são colocar: o Espírito Santo entre os cinco estados mais inovadores do Brasil; ampliar o número de empresas inovadoras (startups) nascentes no Espírito Santo; e ter 20% de empresas baseadas em tecnologia e inovação entre as 200 maiores empresas do Estado.

Iomar Cunha, executivo do Conselho de Política Industrial e Desenvolvimento Tecnológico da Findes (Copin), observa: “A parceria e a sinergia entre governo, Findes e demais atores têm se intensificado desde a criação da Mobilização Capixaba pela inovação. Isso fez com que o Estado tenha dado um salto positivo na área. Podemos destacar a operacionalização e liberação de recursos do Fundo Capixaba de Inovação, através de chamadas, editais e encomendas tecnológicas, e a participação em imersões tecnológicas em ambientes de inovação em Israel e Portugal. No momento, estamos colaborando com a nova lei de inovação, em construção no Estado”.

Ewandro Petrocchi, executivo do Conselho de Desenvolvimento Regional da Findes, (Conder), afirma que a federação tem atuado em parceria nas atividades do Simplifica, para desburocratização nas emissões de Alvarás Sanitários ( emitido pela vigilância sanitária estadual) e licenciamentos ambientais ( Iema).

Parceria na Infraestrutura

O executivo do Conselho de Infraestrutura e Energia (Coinfra), Romeu Rodrigues, observa que o Estado e a Findes trabalham a quatro mãos diversos projetos que têm impacto direto sobre a infraestrutura logística. Entre eles:

1. A elaboração de um Plano Integrado de Logística e desenvolvimento de ações efetivas imediatas, abrangendo:
a) Melhorias rodoviárias como concessão e duplicação da BR 262, da BR 259 e acessos aos portos ao Norte, ao Sul e na Grande Vitória, licenciamento e execução de obras no trecho Norte da BR 101 e Contorno do Mestre Álvaro;
b) Melhorias ferroviárias como a ligação ao Rio pela EF 118 e apoio à renovação antecipada do contrato de concessão da EFVM;
c) desenvolvimento da aviação civil regional como modernização e recapacitação do aeroporto de Linhares.

2. Apoio à implantação de novos projetos portuários ao Norte e ao Sul e privatização da CODESA para expandir suas operações.

Na área de energia, temos:

1. Está sendo discutido um Plano Estratégico de Energia Elétrica para o Estado e implementadas ações imediatas visando assegurar em futuro breve a autossuficiência, através, principalmente, do incentivo à implantação de projetos de geração de energia limpa.
2. Na área de gás, o governo avançou na criação da ES Gás e prepara, com contribuições da FINDES, alinhamento da normatização estadual de distribuição de gás com a proposta do governo federal do Novo Mercado de Gás. Defendemos também, em conjunto, a implantação de novo duto de transporte do Espírito Santo a Minas Gerais.

Ranking de cumprimento de promessas eleitorais:

1. Renato Casagrande – Espírito Santo – 44,11%
2. Wilson Lima – Amazonas – 43,90%
3. Camilo – Ceará – 31,57%
4. Moisés – Santa Catarina – 30,76%
5. Azambuja – Mato Grosso do Sul – 29,16%
6. Belivaldo – Sergipe – 25,92%
7. Caiado – Goiás – 23,80%
8. Eduardo Leite – Rio Grande do Sul – 23,52%
9. João Doria – São Paulo – 22,97%
10. Flávio Dino – Maranhão – 22,41%
11. Ibaneis – Distrito Federal – 21,42%
12. Wellington – Piauí – 20,75%
13. Câmara – Pernambuco – 20,00%
14. Barbalho – Pará – 18,00%
15. Ratinho – Paraná – 17,42%
16. Carlesse – Tocantins – 17,24%
17. Marcos Rocha – Rondônia – 15,38%
18. Rui Costa – Bahia – 13,19%
19. Fátima – Rio Grande do Norte – 13,20%
20. Renan Filho – Alagoas – 12,82%
21. Witzel – Rio de Janeiro – 12,06%
22. João Azevedo – Paraíba – 12,04%
23. Mauro Mendes – Mato Grosso – 11,11%
24. Denarium – Roraima – 9,75%
25. Waldez –Amapá – 8,33%
26. Zema – Minas Gerais – 7,14%
27. Gladson – Acre – 5,88%

Fonte: G1
*Por André Hees

Imprimir