A economia circular tem sido objeto de atenção nos principais fóruns de governança global (G7 e G20) e nas decisões estratégicas das empresas. O Brasil enfrenta, no entanto, desafios institucionais para incluir novos modelos de negócios no processo produtivo. É preciso avaliar o potencial de inserção de práticas circulares na economia, identificar os obstáculos para a implementação dessa agenda e agir para viabilizá-la.

Nesse sentido, a Federação das Indústrias do Espírito Santo realiza no próximo dia 11 de dezembro, o Seminário de Economia Circular, na Findes, em Vitória. O evento promoverá um debate sobre a adoção de princípios de circularidade e o desenvolvimento de novos mercados e cadeias produtivas para a indústria do futuro.

Segundo o executivo do Conselho Temático de Micro e Pequenas empresas da Findes (Compem), Ernesto Bassini, a economia circular apresenta várias oportunidades de negócios. “Ela possibilita ainda a transformação dos tradicionais modelos de conceber, produzir e utilizar insumos e produtos, em todos os níveis das cadeias produtivas.

Seminário Economia Circular

Dia: 11 de dezembro

Horário: 19 horas

Local: Findes, em Vitória

Inscreva-se! 

Imprimir