Workshop do Programa de Revitalização das Atividades de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres acontece em novo local, agora no Sebrae, nos dias 24 e 25 de outubro

O Fórum Capixaba de Petróleo e Gás (FCP&G) da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) será o anfitrião do segundo workshop do Reate 2020, Programa de Revitalização das Atividades de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres lançado em agosto pelo Ministério de Minas e Energia (MME). O encontro acontece nos dias 24 e 25 de outubro, em novo local, no auditório do Sebrae-ES.

O dia 24, primeiro dia de evento, está reservado para visitas técnicas às empresas Imetame Metalmecânica e Tecvix, onde os visitantes terão a chance de conhecer também produtos das empresas Endserv e Qualimec. Os participantes serão convidados para conhecer as instalações do FindesLab, no topo do Edifício Findes.  No segundo dia de evento (25), serão realizados seis painéis com o objetivo de apresentar dados e informações relacionados ao P&G onshore: Onshore ES – Contextualização; Inovação e regulação; Institucionalização da indústria e multiplicação das companhias de O&G e de bens e serviços; Gás e Óleo; e Promoção da livre concorrência.

“O objetivo do Reate é criar sinergias entre os produtores, fornecedores e financiadores do ramo de petróleo e gás para aumentar a exploração e produção competitiva de petróleo, e principalmente, gás natural em terra, visando uma indústria terrestre forte e competitiva, com produção crescente e com pluralidade de operadores e fornecedores de bens e serviços. Espera-se ainda que a produção em áreas terrestres passe para 500 mil barris dia até 2030. No Brasil inteiro, a produção de petróleo e gás atualmente é de 120 mil”, detalha o coordenador do Fórum de Petróleo e Gás, Durval Vieira de Freitas. Até 2030 a previsão é gerar R$ 40 bilhões em investimentos na costa brasileira, com a perspectiva de criação de aproximadamente 700 mil empregos, segundo dados do Ministério de Minas e Energia.

Depois de Vitória, Mossoró sedia o workshop em novembro. “O programa vem ao encontro do trabalho que o Fórum tem feito no estado para valorizar a atividade Onshore – em áreas terrestres. A região Norte do estado deve ser fortemente favorecida”, analisa Freitas.

De acordo com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, “com a sinergia entre os programas Reate 2020 e o Novo Mercado de Gás, sairemos de um nível de produção de gás natural em terra de 25 milhões de metros cúbicos por dia para mais de 50 milhões”. O Reate 2020, abre perspectivas com potencial de produção de óleo e gás em pelo 14 estados, de Norte ao Sul do país: Alagoas, Amazonas Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Sergipe.

Serviço:

 Encontro Nacional do REATE 2020 – Espírito Santo

Quando: dias 24 e 25 de outubro de 2019

Onde: Auditório do Sebrae-ES (palestras); e Aracruz/ES (visitas técnicas)

Inscrições: Clique aqui

(Será dada prioridade às empresas de fora do estado)

Programação geral:

Dia 24 de outubro:

7h – Saída – FINDES

9h – Reunião Imetame Metalmecânica

10h30 – Visita Imetame Metalmecânica e Energia

11h – Saída para Tecvix

11h30 – Visita Tecvix, Endserv e Qualimec

14h: Retorno

17h – Visita ao Findeslab

Dia 25 de outubro:

Local: Auditório do Sebrae, Rua Belmiro Rodrigues da Silva, 170, Enseada do Suá, Vitória

9h – Palavras Institucionais

9h30 – Contextualização

  • A Produção onshore no ES: Onde podemos chegar?
  • ES: Investimentos, Oportunidades, Incentivos e Benefícios

10h10 Intervalo

10h30 – Painel 1 – Inovação e Regulação

  • RBL – Reserve-based lending – Palestra ANP
  • Apresentação Frente 1: Inovação e Regulação

11:30 – Painel 2 – Institucionalização da Indústria e Multiplicação das Cias de O&G e de Bens e Serviços

  • Impacto Onshore nos Municípios: Caso ENEVA – MA (IBP)
  • Apresentação Frente 2: Institucionalização da Indústria e Multiplicação das Cias de O&G e de Bens e Serviços

12h30 – Almoço

14h – Painel 3 – Gás e Óleo

  • Produção Onshore – Como aumentar o Fator de recuperação (3R)
  • Cenários, Perspectivas e Oportunidades – ES Gás (Márcio Félix)
  • Apresentação Frente 3 – Potencial de petróleo e Gás onshore

15:20 – Painel 4 – Promoção de Livre Concorrência

  • Mini Refinarias: Oportunidades no Brasil – EPE
  • Apresentação Frente 4: Promoção de Livre Concorrência

16:20 – Encerramento – Ministério de Minas e Energia

 

Por Marcella Andrade

Imprimir